POLÍTICAS MUNICIPAIS PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL: A RECEPÇÃO POPULAR DA PROPOSTA DO MERCADÃO DO CABO DE SANTO AGOSTINHO/PE

Este trabalho pretende compreender os “usos” e as apropriações que os feirantes fazem da proposta de Gestão Participativa Municipal do Cabo de Santo Agostinho/PE, de reestruturação da antiga feira centenária para um espaço planejado, denominado Mercadão, a partir de um modelo de gestão, voltado ao esforço de construção do desenvolvimento local. Como referencial teórico-metodológico esta pesquisa combina as teorias da Escola Latino-Americana de Comunicação na abordagem dos estudos culturais e dos estudos de recepção, com os estudos do desenvolvimento local e as teorias da participação. Para a coleta de dados procedeu-se à realização de entrevistas semi-estruturadas, uso de técnicas etnográficas, depoimentos, diário de campo, análise documental e pequena história de vida. A pesquisa evidenciou, dentre os resultados finais, que o esforço da Prefeitura do Cabo/PE, em promover a organização política dos feirantes inserindo-os em um modelo de gestão compartilhada, com a participação de atores a exemplo do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequena Empresa – SEBRAE e do microcrédito das organizações não governamentais, tem se configurado em vetores para um processo, ainda em vias de construção, na perspectiva do desenvolvimento local.


Issue Date:
2007
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/149646
Total Pages:
19




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-22

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)