REFORMA AGRÁRIA E USINAS PÚBLICAS: UMA ALTERNATIVA DE SUSTENTABILIDADE PARA A PRÇODUÇÃO DE BIODIESEL NO SERTÃO PERNAMBUCANO

A implantação de usinas públicas para produção de biodiesel no Semi-Árido Pernambucano, com incentivos do Programa Nacional de Produção do Biodiesel (PNBIO), veio finalizar o desenho para a inserção de agricultores familiares, beneficiários do programa nacional da reforma agrária, do Assentamento Libertação, município de Itaíba, na cadeia produtiva da mamona. No caso em análise, a participação dos agricultores foi facilitada através das ações do projeto reforma agrária e biodiesel, financiado pelo CNPq e desenvolvido pelo GRADES – Grupo de Pesquisa Reforma Agrária e Desenvolvimento Sustentável – no biênio 2005/2006, que resultaram na formação de um grupo produtivo, constituído por 50 famílias, após a imersão dos agricultores em processo de capacitação objetivando a apropriação de conhecimentos sobre o sistema produtivo da oleaginoso e gestão da produção. Neste trabalho são apresentados resultados da pesquisa destacando-se o processo de desenvolvimento em assentamentos de reforma agrária, a formação da cadeia produtiva da mamona em Pernambuco e os impactos no preço final da matéria-prima em função da participação do Estado com a implantação das usinas públicas de produção do biodiesel.


Variant title:
PUBLIC LAND REFORM AND PLANTS: AN ALTERNATIVE FOR SUSTAINABLE BIODIESEL IN A PRÇODUÇÃO SERTÃO PERNAMBUCO
Issue Date:
2006
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/149294
Total Pages:
14




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-27

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)