O DESAFIO DA “REDE ARROZEIRAS DO SUL” DIANTE DA PERSPECTIVA DE UMA GESTÃO SUSTENTÁVEL

O presente artigo se propõe a elucidar as ações estratégicas empreendidas pelas indústrias orizícolas, participantes da Rede Arrozeiras do Sul, tendo em vista a perspectiva da sustentabilidade e identificar os desafios a serem enfrentados por essas indústrias para que as mesmas possam se inserir no contexto da gestão sustentável. Visando alcançar os objetivos propostos realizou-se um estudo de caráter exploratório, utilizando-se o método de “estudos de casos múltiplos”, pois a pesquisa foi realizada junto às organizações participantes da Rede Arrozeiras do Sul que foi formada com o apoio do Programa Redes de Cooperação do Estado do Rio Grande do Sul. No total foram entrevistadas nove pessoas, ou seja, oito gestores das organizações participantes da rede e mais o consultor do Programa Redes de Cooperação responsável em acompanhar o desenvolvimento e a evolução da rede ao longo do tempo. A coleta dos dados foi realizada através de fontes documentais, entrevistas individuais em profundidade e questionários, e a análise é de cunho qualitativo tendo como base o referencial teórico utilizado no estudo. Os resultados encontrados permitem inferir que as ações desenvolvidas pelas indústrias pertencentes à Rede Arrozeiras do Sul encontram-se num estágio intermediário entre a lógica econômico-financeira e a lógica da sustentabilidade. O processo de evolução para o paradigma sustentável consistirá na busca de práticas que priorizem a idéia do coletivo, da interação e ação por parte das organizações incorporando uma visão de longo prazo que contemple as três dimensões envolvidas no tripé da sustentabilidade – social, ambiental e econômica. Essa evolução exigirá esforços de todos os envolvidos no sentido de colocar em prática, coletivamente, as decisões que estão sendo deliberadas pelas indústrias participantes da rede analisada.


Issue Date:
2006
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/148156
Total Pages:
20




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-04-26

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)