QUALIDADE DOS FATORES DE PRODUÇÃO DE COUVE MINIMAMENTE PROCESSADA NO DISTRITO FEDERAL

A comercialização de hortaliças tem mudado muito nos últimos anos. A qualidade dos produtos e sua apresentação ao consumidor são as características mais marcantes nessa mudança. Hortaliças minimamente processadas são aquelas que foram fisicamente alteradas, mas que permanecem no estado fresco. As sucessivas manipulações na produção aumentam as possibilidades de contaminação microbiológica desses produtos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a contaminação microbiológica por Salmonella sp. e coliformes a 45°C nos fatores de produção de couve minimamente processada para identificação do ponto crítico de contaminação, além de avaliar a contagem de bactérias mesofílicas para determinar a eficiência dos métodos de higiene pessoal utilizados pelos manipuladores da Agroindústria. Foram coletadas amostras de couve na Agroindústria Machadinho, Brazlândia-DF, em todas as etapas do processo produtivo dentro da propriedade e agroindústria. Não foi detectada contaminação por coliformes a 45°C e Salmonella sp. nos produtos oriundos das diferentes etapas da produção. No entanto, verificou-se a necessidade de treinamento de gerentes e manipuladores, e a aquisição de equipamentos objetivando a manutenção da qualidade ao longo da cadeia.


Subject(s):
Issue Date:
2008-07
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/109657
Total Pages:
20




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-22

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)